Palavra de Deus. Graça e luz em sua vida!

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” [1Corintios 9 ,16] "Curta" a Página Deus em Minha Casa! https://www.facebook.com/DeusEmMinhaCasa

Tentar Outra Vez

Os exemplos do Ronaldinho e Herbert Vianna são perfeitos. A grandiosidade de um homem é medida nas piores e mais críticas fases que atravessa e consegue superar.

Quando as paredes ruem, os castelos se desmoronam e pouco ou nada se vislumbra como perspectiva de impedir que seus melhores sonhos beijem a lona, um homem, que não representa o padrão de sua espécie, se manifesta e se depara com alguém adormecido, maior que ele próprio, um gigante, conhecido como seu outro Eu. Aquele que permanecerá adormecido durante toda a existência, nas entranhas da maioria das pessoas... as pessoas comuns, que nunca ousarão despertá-lo e por isso nunca merecerão as consequências que este ato pode desencadear.

Não é preciso ser fenômeno ou astro da música para revelar grandeza similar. A maioria de nós, mais cedo ou mais tarde, se depara com oportunidades que nos induzem a praticar e revelar esta capacidade.

Muitos homens trabalham como empregados durante quase toda uma vida produtiva. Na mente, aquele velho conhecido sonho de se tornarem patrão na primeira oportunidade, ou mesmo quando se aposentarem, abrindo seu próprio negócio com suas economias de uma vida e o velho respaldo do FGTS.

A maioria acaba por realizar esses sonhos em parte, ou seja, iniciam seus próprios negócios, muitas vezes sem o devido preparo, sem experiência anterior na área escolhida, sem pesquisa de mercado, etc.

Iniciam... quebram... e desistem, para nunca mais tentarem de novo. Uns por falta de capital que se foi na primeira tentativa, outros por falta de disposição, persistência e principalmente Fé. Fé em Deus e em si próprio, em sua própria capacidade de realizar.

Têm também aqueles que são aniquilados pela vergonha diante de suas derrotas anteriores. "Já pensou? O que os outros vão pensar? Não pega bem! E a minha reputação, como fica? Não quero ser motivo de chacota para meus parentes e amigos. Não quero que digam: Lá vai o João Ninguém, que nunca acerta nada!"

Acertar sempre na primeira tentativa seria maravilhoso. Economizaria tempo, dinheiro, desgaste físico e emocional. Mas, para aqueles que não acertaram na primeira, segunda ou terceira vez, e acolheram a procrastinação como hábito, é oportuno lembrar que a história da humanidade está repleta de exemplos de homens que fracassaram incontáveis vezes antes de se tornarem grandes (Abraham Lincoln e Thomas Edison são apenas dois deles). Tiveram que recomeçar muitas vezes até atingirem com Sucesso seus objetivos.

por Rogério Verinaud

"É triste falhar na vida, porém mais triste ainda é não tentar vencer" (Roosevelt)

Nenhum comentário: