Palavra de Deus. Graça e luz em sua vida!

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” [1Corintios 9 ,16] "Curta" a Página Deus em Minha Casa! https://www.facebook.com/DeusEmMinhaCasa

Anúncio da traição de Judas

Anúncio da traição de Judas
Terça-Feira
26 de Março de 2013

Evangelho: (Jo 13,21-33.36-38)

Depois de dizer isto, Jesus ficou muito comovido interiormente e declarou abertamente: “Eu afirmo: um de vós há de me trair”. Os discípulos se entreolhavam, sem saber de quem ele falava. Um de seus discípulos, aquele que Jesus amava, estava reclinado ao peito de Jesus. Simão Pedro lhe fez sinal, como quem diz: “Pergunta a quem se refere”. Ele se inclinou sobre o peito de Jesus e perguntou: “Senhor, quem será?” Jesus respondeu: “Aquele a quem eu der um pedaço de pão que vou umedecer no molho.” E, ensopando o pão, tomou o e o deu a Judas, filho de Simão Iscariotes. Logo que Judas recebeu o pão, Satanás entrou nele. Jesus então disse: “Faze logo o que pretendes fazer”. Nenhum dos que estavam à mesa compreendeu porque Jesus tinha dito isto. Como Judas cuidava da bolsa comum, alguns pensavam que Jesus lhe tivesse dito: “Compra o necessário para a festa” ou que lhe houvesse ordenado dar alguma coisa aos pobres. Tomando o pedaço de pão, ele saiu logo. Já era noite. Assim que ele saiu, Jesus disse: “Agora foi glorificado o Filho do homem, e Deus foi glorificado nele. Se Deus foi glorificado nele, Deus também o glorificará em si mesmo e glorificará dentro em breve. Filhinhos, ainda estarei convosco por pouco tempo. Vós me procurareis, mas eu também vos digo agora como disse aos judeus: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir!’ Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?” Jesus respondeu-lhe: “Para onde eu vou, não podes seguir-me agora; mais tarde me seguirás”. Pedro disse: “Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei minha vida por ti!” Jesus respondeu: “Darás tua vida por mim? Em verdade, em verdade, te digo: não cantará o galo antes que me tenhas negado três vezes”.

Comentário: Um vai entregá-lo, outro vai negá-lo três vezes. E dos outros não se guarda nem lembrança porque todos fogem. Esse é o resultado de três anos de discipulado. Esses são os que Jesus já não chama de servos, mas sim de amigos. Mas o amor e a paciência fazem milagres. Aqueles discípulos saíram correndo, mas voltaram sobre seus próprios passos. Para todos houve uma segunda oportunidade. Lendo este Evangelho, compreendemos que também existe esperança para nós. Não obstante as muitas vezes que o traímos, que o tenhamos negado ou que tenhamos fugido correndo.

Oração: Senhor, ajudado por vossa graça tenho boas ideias e boa vontade. Mas nem sempre me lembro de pedir que me continueis ajudando para agir e continuar no caminho certo. Isso vos quero pedir hoje: sabedoria para escolher o caminho, coragem para começar, cuidado com as armadilhas, perseverança para continuar até o fim. Não permitais que acabe deixando-vos pelo caminho. Amém.

Nenhum comentário: