Palavra de Deus. Graça e luz em sua vida!

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” [1Corintios 9 ,16] "Curta" a Página Deus em Minha Casa! https://www.facebook.com/DeusEmMinhaCasa

Jesus ressuscita o filho da viúva

Domingo
9 de Junho de 2013

Evangelho: (Lc 7,11-17)

No dia seguinte dirigiu-se Jesus a uma cidade chamada Naim. Iam com ele diversos discípulos e muito povo. Ao chegar perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto a ser sepultado, filho único de uma viúva; acompanhava-a muita gente da cidade. Vendo-a o Senhor, movido de compaixão para com ela, disse-lhe: "Não chores!" E aproximando-se, tocou no esquife, e os que o levavam pararam. Disse Jesus: "Moço, eu te ordeno, levanta-te". Sentou-se o que estivera morto e começou a falar, e Jesus entregou-o à sua mãe. Apoderou-se de todos o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: "Um grande profeta surgiu entre nós: Deus voltou os olhos para o seu povo". A notícia deste fato correu por toda a Judeia e por toda a circunvizinhança.

Comentário: Jesus viu aquela viúva que chorava levando seu filho único para a sepultura. Jesus, no seu coração humano, sofreu com a dor daquela mulher. Disse-lhe o que lhe poderíamos dizer: "Não chores". Além disso, nada poderíamos fazer. Ele, porém, podia. Sem se importar com a impureza legal trazida pelo contato com um cadáver, fez que o enterro parasse. Falou, não ao cadáver, mas ao que estava morto: jovem, eu te digo: levanta-te. Da palavra de Deus surgiu o universo e a vida. A palavra de Jesus salva e restitui a vida. Nesse seu poder divino pomos nossa confiança. Se Jesus não fosse o Filho de Deus, se fosse apenas grande profeta, não teria muita importância para nós. Poderíamos até admirá-lo, mas não colocar nossa vida em suas mãos.

Oração: Senhor Jesus, creio que sois o Filho de Deus, sois Deus como o Pai e o Espírito Santo, na unidade de natureza e na trindade de pessoas. Tudo existe, eu existo porque nos fizestes existir. Para vós me criastes e em vós, só na união convosco posso encontrar felicidade. Vossa palavra de vida libertou-me da morte do mal, e por vossa palavra continuo a viver a vida nova. Ponho em vós toda a minha confiança, de vós tudo espero. Renovo minha confiança na vossa promessa de me dar uma vida que dure para sempre na mais perfeita felicidade. Enquanto esse dia não chega, ajudai-me a cumprir com minha vida a tarefa que me destinastes, e que meus anos, muitos ou poucos, sejam intensos e bem vividos. Amém.

Nenhum comentário: