Palavra de Deus. Graça e luz em sua vida!

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” [1Corintios 9 ,16] "Curta" a Página Deus em Minha Casa! https://www.facebook.com/DeusEmMinhaCasa

Sinais

Quinta-Feira
28 de Novembro de 2013

Evangelho: (Lc 21,20-28)

Jesus disse a seus discípulos: “Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judeia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo, não entrem na cidade. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras.

Infelizes das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá uma grande calamidade na terra e ira contra este povo. Serão mortos pela espada e levados presos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos infiéis, até que o tempo dos pagãos se complete. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.


Comentário: Jesus anuncia a destruição de Jerusalém, e depois alarga a visão para o final dos tempos, descrito com elementos do estilo usado pelos profetas. Não é o caso de ficarmos ansiosos, sondando para ver se os sinais do fim já estão acontecendo. Se estamos com Jesus, olhamos para o fim com esperança e tranquilidade, pois ele nos diz: “Levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.

Oração: Senhor Jesus, sei que a vitória final será vossa e nossa, se estivermos convosco. Não sabemos quando isso acontecerá, nem precisamos saber. Mas a certeza dessa vitória ajuda-me a enfrentar as dificuldades de agora. Confio em vós, sei que estais entre nós que somos vossa Igreja, e jamais nos abandonareis. Ajudai-nos agora a ter mais coragem e mais alegria, vivendo na força da esperança. Amém.

Nenhum comentário: