Palavra de Deus. Graça e luz em sua vida!

“Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!” [1Corintios 9 ,16] "Curta" a Página Deus em Minha Casa! https://www.facebook.com/DeusEmMinhaCasa

Os mensageiros de João Batista

Domingo
15 de Dezembro de 2013

Evangelho: (Mt 11,2-11)

Tendo João, em sua prisão, ouvido falar das obras de Cristo, mandou-lhe dizer pelos seus discípulos: "Sois vós aquele que deve vir, ou devemos esperar por outro?" Respondeu-lhes Jesus: "Ide e contai a João o que ouvistes e o que vistes: os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são limpos, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, o Evangelho é anunciado aos pobres... Bem-aventurado aquele para quem eu não for ocasião de queda!"

Tendo eles partido, disse Jesus à multidão a respeito de João: "Que fostes ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? Que fostes ver, então? Um homem vestido com roupas luxuosas? Mas os que estão revestidos de tais roupas vivem nos palácios dos reis. Então por que fostes para lá? Para ver um profeta? Sim, digo-vos eu, mais que um profeta. É dele que está escrito: Eis que eu envio meu mensageiro diante de ti para te preparar o caminho (Ml 3,1). Em verdade vos digo: entre os filhos das mulheres, não surgiu outro maior que João Batista. No entanto, o menor no Reino dos céus é maior do que ele".


Comentário: Depois de ter anunciado para muitos a conversão e a chegada do Salvado Prometido, do “Cordeiro que tira o pecado do mundo”, João estava preso. No passado tinham ficado as larguezas do deserto, o agradável das margens do Jordão, o vai e vem das multidões. Não ficou preso às lembranças nem se lamentava porque sua missão terminava. Sabia que seu fim estava chegando e olhava para o futuro. Generosamente queria aproximar seus discípulos de Jesus, o Mestre que então atraía o povo. Enviou-os com uma pergunta, sabendo que a resposta lhes revelaria os caminhos para os quais Deus os chamava. Puderam assim reconhecer Jesus como o Messias anunciado por Isaías, aquele que restituía a visão aos cegos e anunciava a libertação aos pobres.

Oração: Senhor Jesus, admiro a humildade e o desprendimento de João, que preparou o caminho para vós. Não anunciava a si mesmo, não queria exaltar-se, sabia que vós e não ele era o salvador. Cumpriu sua missão e, na hora certa, afastou-se discretamente. Todos, de um jeito ou de outro, já experimentamos que não é fácil retirar-nos do primeiro plano, para deixar a outros a continuação da tarefa. Ajudai-nos, Senhor, a saber a hora certa e deixar tranquilamente a cena, para que outros possam continuar vossa obra, quem sabe se de um jeito diferente, mas até melhor. Fazei que, apesar de tudo, nós nos alegremos vendo que o futuro vai nascendo, porque vosso Evangelho é maior que nós. Abençoai e fortalecei os que nos substituem ao cair da tarde. Amém.

Nenhum comentário: